Anticoncepcional causa infertilidade?


Muitas mulheres passam anos evitando uma gravidez. Porém, em um determinado momento da vida decidem que é chegada a hora de ter filhos. É justamente nessa hora que surge uma das dúvidas mais frequentes.


Será que o uso do anticoncepcional por tanto tempo pode ter comprometido a minha fertilidade?


Para esclarecer esse assunto, a médica especialista em reprodução humana, Waleska de Carvalho, aproveita para destacar alguns mitos e verdades sobre o uso do anticoncepcional, método mais utilizado pelas brasileiras com 99,7% de proteção. Confira!


1- Tomar anticoncepcional por muito tempo pode causar infertilidade?

Não, pelo contrário, A pílula anticoncepcional preserva a fertilidade da mulher e diminui os riscos de desenvolver endometriose, cisto no ovário e o aparecimento de mioma e pólipo uterino. Esse método é 100% reversível. O organismo faz o chamado "feedback positivo", onde o ovário volta a funcionar quando a mulher para de tomar a pílula, isso independente se ela tomou por 2 ou 20 anos. O correto é que a partir do segundo mês sem tomar, a ovulação já volte ao normal.


2-Quais são os tipos de pílulas anticoncepcionais?

Existem dois tipos de pílula:

Pílulas combinadas: Contém dois hormônios: o estrogênio e o progestogênio.

Minipílulas: Também conhecida como pílula só de progestogênio contém apenas um hormônio, parecido com a progesterona natural, que a mulher produz em seu corpo. Esta é mais usada pelas mulheres que estão amamentando.


3- Como funciona a pílula anticoncepcional? Ela pode ser considerada abortiva?

Segundo o Ministério da Saúde ela não é abortiva, pois evita a fecundação, ao impedir o encontro do espermatozóide com o óvulo.


4- O que pode cortar o efeito do anticoncepcional?

O uso de alguns medicamentos, como certos antibióticos, anticonvulsivantes, barbitúricos (antiepiléticos, calmantes e sedativos), antirretrovirais e anabolizantes (hormônios), podem cortar o efeito ou diminuir a sua eficácia.

Além disso, vômitos e diarreia que ocorrem em até 2 horas após tomar a pílula também podem cortar o efeito do anticoncepcional.


5-Na troca de anticoncepcional há riscos de uma gestação?

Se a troca de anticoncepcional for realizada de maneira adequada, não há riscos.


6- Há risco de engravidar durante a pausa entre cartelas?

A pausa do anticoncepcional – entre uma cartela e outra – não aumenta os riscos de gravidez, pois a ação do medicamento não para neste período. Mas atenção. É claro que isso é válido para quando a pílula é tomada da forma correta.


7- Quais são os erros mais comuns que levam à falha da pílula?

Os dois principais erros são o esquecimento na hora de tomar a pílula e o erro na hora de começar uma nova cartela após a pausa de 7 dias.


8- Após alguns anos é melhor suspender a pílula temporariamente para descansar os ovários?

Não. Não há nenhuma vantagem em suspender o anticoncepcional temporariamente após anos de uso. A pílula não “cansa” os ovários.


Ficou alguma dúvida? Entre em contato com nossa equipe de profissionais.