CIRURGIA MINIMAMENTE INVASIVA

Consiste num grupo de cirurgias que tem como base fundamental a realização de procedimentos com a menor lesão tecidual possível, proporcionando menos dor no pós-operatório, menos tempo de hospitalização, menores riscos e complicações e uma

recuperação mais rápida.

Neste grupo inclui as cirurgias de vídeo laparoscopia, vídeo

Histeroscopia.

 

As cirurgias endoscópicas (vídeo) são uma realidade e

consiste no uso de ópticos que penetram no corpo por

pequenos orifícios naturais ou pequenas incisões.

 

A vídeo-histeroscopia é realizada via vaginal e consiste na utilização de uma óptica de pequeno calibre que penetra na cavidade uterina sem realizar incisões. Esta pode ser diagnóstica e cirúrgica e tem como finalidade diagnosticar e tratar patologias como sangramentos uterinos, miomas, pólipos, infertilidade, etc. Pode ser realizada a nível ambulatorial ou hospitalar com ou sem anestesia local ou geral (sedação).

 

A vídeo-laparoscopia é um procedimento cirúrgico, onde realizamos normalmente três incisões pelo abdômen para o tratamento de diversas patologias como endometriose, miomas, cistos de ovário, histerectomias, aderências, etc. A anestesia utilizada é a geral e o tempo de internação normalmente é de 12 – 24 horas. Apresenta boa recuperação e é mais estética que a cirurgia tradicional.

Histeroscopia.jpg